Buscar

EXCLUSIVO| Thiago Victer esclarece sobre rompimento com governo

Thiago Victer é neto de Cabista, formado pela escola técnica federal de Campos, com estágio na antiga Àlcalis e atuou na área offshore e onshore, empresa multinacional, fiscal da Petrobrás durante 9 anos e atua na área de pintura industrial como delineador. Sendo coordenador de campanha do atual prefeito Marcelo Magno desde 2015

ENTREVISTA THIAGO VICTER

Folha Cabista - O que fez você apoiar o governo?

Thiago Victer: ‘’Sempre via ele dando prioridade para os Cabistas, e com o convite de trabalho na empresa, veio um sentimento de gratidão. De fato acreditei que o atual governo faria uma boa gestão,sendo uma solução para os problemas que o arraial vinha passando’’.’


‘’Mas logo no primeiro mês de governo me senti decepcionado pela bolha que foi criado em volta do prefeito, principalmente pelo chefe de gabinete,Bernardo Alcântara, pela forma que estava lidando com a administração, cheguei a questionar o prefeito pelo custo da tenda que durante os 4 anos são 4 milhões e 560 mil reais. Se o governo se reelegesse seria 9 milhões, o que basicamente daria para arrumar a Marina dos pescadores inteira, dessa forma, ele não estaria fazendo uma gestão.


Folha Cabista: O que fez você decidir sair do governo?

Thiago Victer: ‘’A gota d´agua foi a injustiça cometida com a minha prima, somente pelo fato de substituir uma profissional Cabista por uma profissional de Araruama, no qual o chefe de gabinete me deu duas justificativas irrelevantes para a demissão da minha prima. Meu sentimento é que eles realmente me queriam fora do governo por ser justo e verdadeiro''.

''Após a posse encontrei diversas pessoas que apoiaram o governo e estão insatisfeitos com essa blindagem do prefeito, porque durante a campanha tinham acesso e após a posse não, como aconteceu comigo''.


Folha Cabista: O aconteceu com o kit alimentar? Thiago Victer: ''O kit demorou a chegar, poucas pessoas sabem o real motivo pela demora do setor de licitações e compra,no qual relatei no meu comunicado no facebook, acredito que o kit poderia ser feito com maior carinho e qualidade, pois sei que o governo esta fazendo caixa desde o primeiro mês de mandato, e que uma das criticas do atual prefeito na campanha era que seria valorizado os comerciantes locais, portanto, não vejo necessidade de comprar kits na cidade de Marataizes-ES''.


Folha Cabista: O que você espera daqui pra frente?

Thiago Victer: ‘’Eu espero de coração que o governo dê certo para o bem da cidade e da população, o Arraial merece uma boa gestão, mas não sei se da maneira que estão governando esse sonho pelo qual eu trabalhei será realizado

‘’Não sou inimigo de ninguém do governo, inclusive do prefeito, mas perante o chefe de gabinete eu só quero justiça pela covardia’’.


Folha Cabista: Por que você resolveu fazer o comunicado após a sua exoneração? Thiago Victer: ‘’Como bom conhecedor da cultura politica cabista, e por ter sido atacado por um fake no grupo do facebook chamada ‘’Lona quero eu’’ no qual o administrador era oposição e hoje frequenta o gabinete do prefeito, eu interpretei como um ataque ao meu pedido de exoneração. E me sinto no direito de ter feito o comunicado tentando detalhar todo o meu motivo de ter pedido a exoneração’’.


Folha Cabista: Como foi a sua experiencia no período que você trabalhou no governo?

Thiago Victer: ''Fiquei um mês como assessor do prefeito, levantando as obras da cidade e dando visibilidade as melhorias da equipe Mc Laren que é a equipe do falecido Fabinho Sorriso, assim como a equipe Mercedes Bens onde o encarregado Rafael Oliveira estava realizando um excelente trabalho na limpeza de ralos e bueiros nas ruas que alagavam por causa da falta de escoamento, além da obra do posto de saúde da boa vista, mutirão de limpeza no Novo Arraial, locação do imóvel em Monte alto para o projeto UZCA, onde fiz o levantamento de todos os documentos necessários para o contrato de aluguel e negociação com o proprietário, tudo isso em um mês''.


''No segundo mês do governo eu fiquei a frente como chefe da coordenadoria de manutenção geral do hospital de arraial do cabo,

No qual busquei parcerias com a secretaria de serviços publico para efetuamento de limpezas da caixa de gordura e fossas do HGAC e com a IDAC, a limpeza do jardim frontal e lateral, iluminação do pátio interno do hospital e a higienização da recepção e triagem do covic, no qual estava sendo feito todo dia no primeiro horário e por fim, conforme o pedido do prefeito, estava sendo realizado um delineamento (relatório detalhamento de manutenção) predial no HGAC, no qual já tinha executado entorno de 50%


Folha Cabista: Você vai ser oposição ao governo? Thiago Victer: ''Em relação as denuncias que surgiram nessa semana no facebook eu ainda não tenho uma opinião formada. Nesse momento minha oposição ao governo é direcionada ao chefe de gabinete, para eu vir a fazer oposição ao governo vai depender muito em relação a postura de governabilidade com a nossa cidade''.


Folha Cabista: Você acredita que após a publicação da sua exoneração e a postagem do seu comunicado incentivou outras pessoas a fazer oposição? Thiago Victer: ''Em relação ao meu comunicado, fiz simplesmente para justificar amigos, parentes e família o motivo no qual eu pedi a minha saída. Se realmente as pessoas enxergam dessa forma, me sinto feliz por iniciar um processo de fiscalização ao atual governo.


0 comentário